sábado, 22 de janeiro de 2011

um pouco de poesia faz qualquer noite solitária deixar de ser solidão

a solidão só não me seria tão amarga
se não fosse a lua que me faz companhia
nas noites em que os acordes
já me fazem falta.

a solidão só me é doce
quando sinto a respiração que sai da sua boca ao ficar perto do meu ouvido,
só me é doce a solidão nesta hora.

a solidão já não faz a paz que meu coração precisa
é a própria paz.

a solidão já me é viva apenas por fazer parecer
que o mundo já é água e não apenas ar.

a solidão já é antiga,
mas sempre renovada.

3 comentários:

Maria Andrade disse...

eu sei que você detesta títulos, mas eu os adoro, principalmente esses infinitos.

Sarinha disse...

Aii
A Solidão anda muito minha amiga ultimamente..
Eu gostaria que ela fosse doce para outros.. não tanto para mim
Adorei seu blog!! Adorei

Ceisa Martins disse...

"Há momentos que a cura e a paz só vem da solidão..."

É o que vem a minha mente sobre essa dita cuja no momento!

Beijos!