terça-feira, 21 de outubro de 2008

Alguns sabores do meu ouvido.

De dia amanheço
Com o som de Bethânia entoando “O quereres” do mano,
À tarde tardeço
Com Ná Ozzetti, Ceumar,
Com as suas homilias degustativas e auditivas.
Em cada verso noturno
Amo com a agressividade, delicadeza e outrora despudor
Da Rita, da Maria, da Elis, da Marisa.
E no cansaço da minha noite cheia de fogo
Anoiteço e adormeço
À suavidade da Adriana.

Noutros dias
Seja à vontade da voz masculina fazê-los
Acordo com Caetano ou Milton fazendo-me crer no dia.
Inicio com vontade de enfrentar o jogo
Assim, ouço Moska, Vinícius e Jobim.
Almoço.
Poetizo-me com Chico, sempre Francisco
Entardeço, com a justificativa de o som que toca nessas horas
Tomar uma cerveja na boemia do fim de tarde
E agradeço a Paulo César Pinheiro e João Nogueira
Que me levam ao Deus dará da via escura da rua noturna
E ai não vejo as horas
Prevejo o amor.

Estrangeiro-me por divisas líquidas deste mundo
Atravesso mares e fico mudo
Ouço e minh´alma canta
Justifiquem ouvir “Do the evolution”
Para o grunge dentro de mim resplandecer.
É de Beatles afora de minha época que me transporto para a mesma.
Com mãos extravasadas que Diana Krall faz o jazz da minha contemporaneidade.
A voz de Norah Jones aguça minha poesia
A loucura de Winehouse eleva-me a evolução novamente.
Stones começa o rock da minha outra vida noturna
Fazendo-me dançar e cantar.

6 comentários:

Flávia disse...

Seu ouvido está abusivamente bem servido :)

Beijos!

Anônimo disse...

ode à música
lindo

JURA

Benjamim disse...

"Estrangeiro-me por divisas líquidas deste mundo"

Gostei particularmente desse verso. Tá muito legal o blog! Parabens e continue escrevendo!!

O maluco sadio

Marcelo disse...

música para ouvir...música para ouvir...Arnaldo///música prá ser lida...musica p´ra ser imaginada, música prá ser lembrada? - por aqui!

abs

Patrícia Lage disse...

Que belo banquete!
E que belo paladar - mas isso eu já sabia...

=D
Beijo.

Fan disse...

Música é o instrumento do pensamento e o remédio da alma !

Adorei teus versos ! ;)