quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

tô cansado,
tô sem vontade de fazer nada,
fazendo tudo.
tô sem fome de vontade,
sem amor,
sem inspiração,
sem luz para as minhas idéias.
tô sem gosto para a arte,
tô cansado, tô cansando da poesia.

"te deu saudade de um amor
que infelizmente já não há"

4 comentários:

Maria Andrade Vieira disse...

acredite, somos dois.

[ rod ] ® disse...

cansa-se e faz-se belas poesias... do não querer saí luz... abs meu caro.

JURA disse...

lindo, faço de seus versos minha resolução ou a falta dela

Simplesmente Outono disse...

Passo para desejar um Natal na magnitude do teu mereciemento.

Desejo ainda que 2010 seja um ano repleto de sonhos realizados, de amizades fortalecidas, de amores vividos.

Permaneço afastada das letras por motivos que indepedem da minha vontade.

"É impressionante a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer". Permeada verdade com uma intensidade que jamais pensei suportar.

Deixo-te minhas folhas com o mesmo carinho de sempre ressaltando a saudade do nosso contato.

Simplesmente Outono.