terça-feira, 5 de abril de 2011

Límpida língua
que exaurias o teu doce paladar
nesta noite fria
em que olho pela janela
assistindo o sonho passar,

Língua fausta
derrotada na submissão
extraviada para outro plano
deixas apenas o gosto torrão,

Língua, língua
que me cala e me faz falar
deita teu lábio
sobre a minha boca
para me fazer calar:
deixa-me apenas fazer-te respirar.

4 comentários:

Sarinha disse...

Seria bom mesmo que ela tivesse o poder de clar tudo e de tudo mudar com um simples beijo!!!

Lindo texto

Aparece mais

Bjs

Pitango disse...

Nada mais apropriado para o "dia do beijo".

Abço

♥Delenna Lovato♥ disse...

Oiii,sigo o seu blog,pode seguir o meu??

JURA disse...

"o que pode, que o quer essa língua?"