segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Assisti semana passada ao programa do Abujanrra na cultura, Provocações, e o convidado deu uma das respostas mais bonitas para a questão: Em que época você gostaria de ter vivido? Ele respondeu: o futuro. A Partir desse momento a minha resposta sempre será essa também. Não só pela forma poética que ela soou, mas também por todo o pensamento que vem no contexto. O que pensar sobre o futuro? Sempre pensamos coisas boas, sempre pensamos em sermos ociosos, ganhar na mega e viver viajando o mundo. Pensamos no mundo melhor para os nossos filhos, netos e amigos. O futuro é sempre inconstante, hora achamos que ele será bom, mas ai vem um cientista e fala no Aquecimento global, na proliferação de doenças, na falta de água. Mas mesmo assim pensamos no melhor. O Saramago não. Acho que é o único pessimista que eu tenho conhecimento. Enfim, gostaria de saber se no futuro responderei se a época que eu gostaria de viver é a de hoje. Talvez sim. Mas sempre pensarei no futuro, nunca esquecendo hoje.

PS: O convidado do programa é um ex-presidiário. Luiz Alberto Mendes. E hoje escritor.

5 comentários:

Si disse...

A resposta parece ser bem coerente para o entrevistado, um ex-presidiário, mas poderia ser também o “hoje”, já que ele sabe muito bem o que é esperar tanto pelo futuro. Queria ouvir sua justificativa.

Eu não saberia responder.

Beijos.

leo-desde1984 disse...

Eu nunca tinha parado pra pensar nisso.. sempre respondí zuando que queria ter vivido nos anos 20.
Acho que a minha rsposta seguiria a mesma linha da dele.. mas um futuro próximo como o amanhã e assim indefinidamente ;)

Gostei desse post. Preciso ver mais os programas da cultura :)

[]'s rapha

Guto Capucho disse...

Quem vive no futuro não vive, assim como quem vive no passado. Só dá para viver concretamente no presente. É a grande lição dos monges Zen: "Tá com fome, come. Tá com sono, dorme." Viver no futuro sempre será um tipo de fuga. Uma sútil forma de fuga onírica.
Abraços!

eupatriciamesmo disse...

Olha, Rapha...
tbm não tinha visto por essa ótica.

Na verdade, vc conhecendo-me tão bem, não vai estranhar se eu disser q eu gostaria mesmo é viver em época nenhuma. Queria viver alienadamente, feito uma doida varrida, juntando passado-presente-e-futuro num tempo só e único.
Mas a consciência ainda é tamanha por aqui.

:)
beijomeu.

Laís disse...

Passando aqui pela primeira vez, achei seu blog no G1 e achei bem bacana!

Cresci assistindo os programas da futura, cultura e TV escola, no qual me ajudaram e me ajudam muito...!

Bem, eu não conheço esse cara, mas vou procura saber sobre ele.A visão dele é bem polemica, ou não...Mas, coloca a gente pra pensar!

Acho que a gente deve viver o hoje, mas num custa pensa e deixar uma coisa legal para as nossas próximas geraçoes...Pensa em uma coisa mas positiva mesmo.

sempre vou dar uma olhadinha aqui!

bjus!