domingo, 20 de janeiro de 2008

Maria

E agora, Maria?
A roupa suja.
A roupa lavada.
A roupa passada.

E agora, Maria?
A comida crua.
A comida cozida.
A comida “quentada”

E agora, Maria?
O filho pequeno.
O filho grande.
O filho homem.

E agora, Maria?
O marido no trabalho
O marido em casa.
O marido na cama.

“e tudo acabou,
e tudo fugiu...”
E agora, Maria?

Você nesta cama.
Deitada.
(com este inconveniente)
Fazendo massagem nos pés dele.
E agora, Maria?

Que desilusão.
Que solidão.
Que sofreguidão.

...
E agora, Maria?
Fiz esse poema pensando em um poema do Drummond anos atrás em uma das primeiras vezes que o li.

11 comentários:

CeiSa MartinS disse...

E agora, rafa?
rs

Gostei, viu?
Gostei muito!!!


Beijos!
=**

Flavinha disse...

Seu post combina com "mulheres de atenas"...

Gosto dessa sua facilidade de passear por todas as nuances da poesia...

E agora, Maria?

Beijo na testa!

Anônimo disse...

...
Que lindo.

{“e tudo acabou,
e tudo fugiu...”
E agora, Maria?}

Estou afastada do blog porque perdi minha senha antiga mas qdo eu fizer outro, te aviso.

Beijo, tudo de bom pra vc!Gisele

jura disse...

Brincadeira. Que síntese. Que lirismo. Maravilha de poema

leo-desde1984 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
leo-desde1984 disse...

Eu ví algum ator declamando esse poema em um programa da cultura.. acho que era o contos da meia noite (q passava as 7 rs)..
To pensando em fazer um tb começando por:
"e agora Maria José?" ou "e agora José Maria?"

[]'s

Atriz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Atriz disse...

Oi Raphael! Não to usando mais o blog antigo porque perdi minha senha!

agora to neste endereço e espero sua visita!

http://www.inventandoagentesai.blogspot.com/

beijo! Gisele

Pitango disse...

Gostei dessa "brincadeira" séria. E agora, José?

Si disse...

Tem selo para você no meu blog.

Beijos.

Estêvão Cruz disse...

Achei muito interessante a releitura/reescritura do poema.
Parabéns!

http://devaneiosdopoeta.blogspot.com