sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008





Silenciou num instante. Pôde admirar o silêncio que saia do seu pensamento. E assim, distanciou-se do mundo.

7 comentários:

CeiSa MartinS disse...

Você já ouviu o barulho que faz o silêncio??

Eu adoro ouvir!
:)

fazia tempo que eu naum vinha aqui tb, sr!
beijos!

Van disse...

Oi moço que não gosta tanto assim de rimas....
Vim deixar um beijo "desrimado" e silencioso pra ti.

;)

Van disse...

No fim daquele instante havia um Ponto.
No fim daquele ponto, um silêncio.
E no fim do silêncio, o mundo todo!

Beijuca

guianafrancesa2005 disse...

O silêncio diz tanto que nem é bom pensar...

beijo e te espero no meu cantinho.

Gisele
www.inventandoagentesai.blogspot.com

Pitango disse...

Uma pausa sempre necessária.

http://lenfantdeboheme.blogspot.com/

Si disse...

O silêncio sempre produz estrondos. Deleite-se com ele.

Beijos.

Guto disse...

TEXTO BASTANTE IMPREGNADO PELO ESPÍRITO DO ZEN.
MUITO LEGAL!
O BARULHO DO SILÊNCIO EM SÍ JÁ É UM KOAN FENOMENAL!