sexta-feira, 19 de junho de 2009


Hoje Chico Buarque faz 65 anos. Ele é o cara. O cara que me fez gostar de poesia, que me fez inspirar horas, noites, deitar e ouvir música a todo momento. Daqui a alguns dias terei um encontro com esse mestre, tenho certeza que apenas direi "obrigado" pelo autógrafo que dará em seu livro pra mim, mas já é o bastante. Salve Francisco sempre!

"Dois Irmãos, quando vai alta a madrugada
E a teus pés vão-se encostar os instrumentos
Aprendi a respeitar tua prumada
E desconfiar do teu silêncio

Penso ouvir a pulsação atravessada
Do que foi e o que será noutra existência
É assim como se a rocha dilatada
Fosse uma concentração de tempos

É assim como se o ritmo do nada
Fosse, sim, todos os ritmos por dentro
Ou, então, como uma música parada
Sobre uma montanha em movimento"

Um comentário:

Pitango disse...

Ele realmente é O cara!
Abção
Pitango

www.tchubaduba.blogspot.com