quinta-feira, 25 de junho de 2009

Mar, mar, vasto é o mar
E imenso é o ar sobre o andar das ondas do mar
Se eu não soubesse o que é amar
Voaria pairando o mar
Para impor a forma de amar
Ao meu coração ignorado na imensidão do amar

Vasto é o mar
De quem ama o mar, o ar
Vasto é o mar
De quem a amar tenta afugentar
A solidão de quem não sabe amar

Vasto, vasto
Só pra quem sabe amar.


Replay

2 comentários:

Patrícia Lage disse...

Para ti, para mim.

=)
Meu beijo enorme pra vc.

Maria Andrade Vieira disse...

(a)mar, quem sabe?
belo belo, trovador!
nos vemos na flip!
besos.