quarta-feira, 17 de março de 2010

em você meu afago,
em você meu perigo, meu perdido,

em você me peder, me sorver
em você me inspirar, me enternecer,

em você deixar saudade,
transportar o tempo e pará-lo em você,

em você degustar,
em você entrar,

em você fazer juras,
em você o sol e a lua,

em você aprender e prender,
em você pensar e esquecer de tudo,

em você ser eu,
e pra tudo parar por você.

3 comentários:

JURA disse...

em você total inspiração...
belo poema

Patrícia Lage disse...

Hummm...
Poesia tem movimento, e a tua está de entorpecer!

=)
Beijos, querido. Agora de longe, tão perto.

Maria V. disse...

sorte (ou mérito) dela ser inspiração de um poema tão belo.