quinta-feira, 11 de março de 2010

Quanto mais me vão os anos,
mais me inspiro para viver.
Já estou cansando, nestes não tão poucos anos passados,
da política e da hipocrisia que nos assola.

Quanto mais me vão os anos,
viver me torna mais humano.
Já me apaixonei, mas também,
tenho certeza que viverei apaixonado.

Quanto mais me vão os anos,
menos medo tenho de buscar o céu,
na incerteza desta procura,
restará-me apenas o inferno.

Basta-me apenas viver,
e feliz por tê-los vivido,
já sei que os anos se vão.

3 comentários:

JURA disse...

belo poema de aniversário e de maturidade

Maria V. disse...

que canto ao tempo!

Pitango disse...

Eu tinha esse medo. Mas estou perdendo quando vejo que as coisas ficam cada vez melhores...