terça-feira, 13 de abril de 2010

Hoje eu estou com a nostalgia

À altura da sensibilidade

para tomar um vinho e:

ouvir Noel e Cartola,

embedar meus ouvidos de poesia.

Mas vou acabar com a companhia,

Do Scorcese, que faz com maestriz

meus olhos pensarem.

5 comentários:

JURA disse...

NELSON CAVAQUINHO É MAIS APROPRIADO PARA NOSTALGIA EM PEQUENAS DOSES

Patrícia Lage disse...

Até que, de repente, não mais que de repente...
...O Rock 'n Roll faz-se presente!

=)
Lov u.
Beijos!

Maria Vieira disse...

ah... a saudade. tirando as declarações do silêncio

Simplesmente Outono disse...

Postei algumas poucas palavras ou quem sabe até fiz de minha estação o meu confessionário.
Quando puder leia e se quiser, fique à vontade para registrar o teu pensamento.
Minhas folhas com carinho, SEMPRE!
Simplesmente Outono.

Simplesmente Outono disse...

Preciso (re)nascer mais uma vez. A questão é que esqueci como faço. À resposta para o meu cansaço é justamente este inevitável esquecimento.
Ser desnecessário é o lado certo da vida!
Minhas folhas pra ti.