segunda-feira, 26 de abril de 2010

o silêncio da sua imagem

ainda vem à tona pela minha lágrima
refletida pelas gotas pingadas.


2 comentários:

JURA disse...

lindo, adoro poemas curtos e essa imagem nele é espetacular

Zatonio disse...

A beleza da simplicidade!