terça-feira, 17 de março de 2009

Afague o meu pensamento
Abrace meus braços sem dizer adeus
Não solte do meu peito o sentimento
Carregue-o em suas mãos
Percorra com ele na sua vida
Transporte para o seu dia o meu sorriso
Marque nos meus olhos a tempestade dos seus
Não remova as surpresas nem deixe de presentea-las
Seja a fada que voa ao redor da minha cabeça
Faça-me sentir o cheiro repentino que sai de sua pele
A qual me faz chorar
Silencie junto comigo
Faça de dois seres apenas um
Ouça o silêncio
...

2 comentários:

Patrícia Lage disse...

É a fórmula da felicidade? Para que a felicidade não perdure tanta efemeridade.

Lindo demais!!!

Meu beijo, Phaelzo amigo poeta .

Anônimo disse...

lindão!!
JURA