quinta-feira, 26 de março de 2009

Gosto de gosto com açúcar
Olhos com gotas de sabão
Pingos que transbordam de lágrimas
Gotas com gosto de sal
Saliva com gasto do gosto
Esgoto de tempero esgotado
Paixão de umidade seletiva.
Olhos com gosto de sabão
Espumas num piscar de olhos
Lágrimas em proliferação.
Felicidade de gosto e tato
Degustativa
De gosto ativo
De cheiro e de risada
De boca com sabão em bolhas
Bolhas de sabão
Salvarão a tempestade
Do gosto gasto
Dos olhos, da boca, do cheiro e da boca
Já em tempo passado e tarde.

2 comentários:

Anônimo disse...

sinestésico
abraços
belo poema

JURA

Pitango disse...

Adoro esse jogo de palavras..
Abço
Pitango
www.tchubaduba.blogspot.com