domingo, 6 de setembro de 2009




Barcelona.

Já ando mudando meus conceitos a respeito das cidades que tenho vontade de conhecer na Europa. Vicky Crsitina Barcelona é um Woody Allen puro, com requintes Almodovarianos, mas puro Allen. Com seus sempre bons, sarcatiscos, irônicos e interessantes diálogos e suas musas. Com nada menos que a sempre irresistível Scarlett Johansson, com seus tesudos lábios carnudos, Javier Barden, um grande ator já provado em Mar adentro e uma das atuações mais fantásticas em Onde os fracos não tem vez, e Penélope Cruz que me abstenho em comentar. O filme tem um roteiro delicioso, uma história mostrando a arte da vida, os prólogos da sedução e além de tudo a beleza da arquitetura de Barcelona. O filme vale por tudo, mas principalmente pela aula de sedução que os atores dão. Pessoalmente, já vale pelos lábios de Johansson. Vale a dica.

4 comentários:

Maria Andrade Vieira disse...

homens são sempre homens... mesmo os amantes da arte. apesar dos comentários fálicos, Rapha, ta ai uma ótima dica! Esse filme quebra algumas ordens-base da nossa educação, e degustar a vida passa com certeza a ter outros possíveis, e pq não, passionais sabores. Moças q por aqui passam, Scarlet e Penélope estão incríveis, but... Javier ta de tirar qqer musa do sério. No filme, literalmente. Besos!

maria disse...

engraçado, eu não gostei deste filme. aliás, eu não sou mt fã de WA. não. mas a maría elena, maravilhosa, da penélope, eu amei.

Patrícia Lage disse...

Eu assistirei. Não pelos lábios da SJ, claro, mas pelos olhos, mãos, torax do JB.

=)
Beeeijo, Phaelzo.

Pitango disse...

Eu adorei esse filme, um dos melhores que vi ultimamente. Scarlett e Penélope incríveis!