quinta-feira, 1 de maio de 2008

Quero trançar minha alegria no seu sorriso
Quero olhar no céu e lembrar
Todo o dia da pureza do seu olhar

Quero sentir seu cheiro sempre
E pensar o quão perto você está
Seu riso me faz bem
Seu azul transborda-me

Sua voz silencia-me
Sua palavra me alucina

Quero em mãos
Ter a tez da sua brancura

Quero no meu circo, a sua palhaçada.
E no picadeiro, pulsante, do meu coração:
A sua magia

Às vezes, quero, apenas:
sorrir.

6 comentários:

Pitango disse...

Em um dia cinzento como este, nada melhor que sorrir...

Vou linkar o seu blog no meu, ok?
Abço

Pitango
http://lenfantdeboheme.blogspot.com/

P. disse...

Rapha, meu amigo poeta...
fiquei emocionada, e sorrindo aqui. Parabéns!



:)
beijos.

Si disse...

Nessa amargura sem fim, quero apenas sorrir.

Aqui, consegui.

Beijos, moço.

Anônimo disse...

LINDO POEMA!!!!


JURA

vanessa disse...

Lindo demais meu amigo, que orgulho :)

Amo
Beijos

guianafrancesa2005 disse...

E é tão lindo apenas sorrir...


beijo e um sorriso!

Gisele