terça-feira, 11 de setembro de 2007

O sono não me deixou escrever esses dias... por isso, não pela falta de inspiração, mas por estafa mesmo, vou deixar um sambinha aqui que eu estava ouvindo hoje de manhã. Depois de ouvir muito putz putz no final de semana, ótimo por sinal, que eu passei.

Acreditar, eu não
Recomeçar, jamais
A vida foi em frente
Você, simplesmente, não viu
Que ficou pra trás

Não sei, se você me enganou
Pois quando você tropeçou
Não viu o tempo que passou
Não viu que ele me carregava
E a saudade lhe entregava
O aval da imensa dor

E eu que, agora, moro nos braços da paz
Ignoro o passado que hoje você me traz

Salve D. Ivone Lara, salve o samba sempre!
e claro.. Salve o novo cd da Maria Rita que está chegando!

2 comentários:

leo-desde1984 disse...

Comentário citado ;)
"Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba? quem se atreve a me dizer?.. Nem se atreva a me dizer!" rsrs
"Quem me vê sempre parado, distante garante que eu não sei sambar. Tô me guardando pra quando o carnaval chegar" hahahaha
Abraços

eupatriciamesmo disse...

batuque, cambada, barulho...
adoro!

samba é bom... Ô!
descendo três latas por vez então?!
ahhh...
(suspiros)

beijos! ;)